Análise de spread: ouro, prata, platina e paládio

Oi pessoal,

Estava pesquisando mais sobre investimento em metais preciosos, mais especificamente na diferença que é investir em um ou em outro. Resolvi postar aqui o que eu descobri, até para futura referência pessoal minha. Os preços eu pesquisei em 18/12/2010 em http://www.golddealer.com. Usei apenas um “dealer” para facilitar.

Os preços estão em dólares norte-americanos e os valores do mercado spot são os preços de fechamento de sexta-feira 17/12/2010. Pesquisei as moedas da série “American Eagle”, que apresentam menor “spread” e alta liquidez, com exceção do paládio, que postei o preço da “Palladium Maple Leaf” canadense pois a casa da moeda norte-americana ainda não faz moedas usando esse metal.

Ouro:
Valor spot: $1,378.60/oz
Gold Eagle 1 oz venda: $1442.00 (spot + $63.40)
Gold Eagle 1 oz compra: $1400.00 (spot + $22.00)
Spread: $41.40 (3%)

Prata:
Valor spot: $29.10/oz
Silver Eagle 1 oz venda: $31.80 (spot + $2.70)
Silver Eagle 1 oz compra: $29.80 (spot + $0.70)
Spread: $2.00 (6.7%)

Platina:
Valor spot: $1,698.00/oz
Platinum Eagle 1 oz venda: $1818.00 (spot + $120)
Platinum Eagle 1 oz compra: $1718.00 (spot + $20)
Spread: $100 (5.8%)

Paládio:
Valor spot: $738.00/oz
Palladium Maple Leaf 1 oz venda: $762.00 (spot + $24)
Palladium Maple Leaf 1 oz compra: $718.00 (spot – $20)
Spread: $44 (6.1%)

O que isso tudo significa? O spread é a diferença por quanto o “dealer” compra e vende, é a margem de lucro dele. Se você comprar as moedas de ouro indicadas, o preço delas tem que subir pelo menos 3% para você não ter prejuízo.

Das moedas analisadas, o ouro é o que tem menor spread. A prata, apesar de em valores numéricos ter o menor spread (apenas $2) na realidade ela tem o maior spread em porcentual, significando que o preço da moeda de prata tem que subir pelo menos 6.7% para você não ter prejuízo.

É claro que falta analisar o potencial de cada moeda. A prata subiu à beça esse ano, mais do que compensando esse spread. Portanto, o que eu descobri com essa minha pesquisa é que ter um spread maior não significa ser um investimento pior.

Abraços,
Gabriel.