Ascensão e Queda do Império X – Sergio Leo

Ascensão e Queda do Império XLivro bastante oportuno sobre a derrocada daquele que já foi o homem mais rico do Brasil. O livro é muito interessante, pois mostra que Eike Batista é um megalomaníaco movido apenas por vaidade, sendo justamente isso que quebrou o seu império.

Ele era um péssimo administrador, sem qualquer histórico de sucesso na gestão de empresas de grande porte (o livro conta em detalhes o passado de Eike, que, igualmente ao que ocorria em suas empresas X, foi divulgado de forma muito exagerada), mantendo uma relação incestuosa entre suas empresas, movendo ativos de uma empresa para a outra quando “dava na telha”, prejudicando seus sócios minoritários. Entre outras péssimas ideias, como dar direito a ações nas empresas a executivos sem qualquer contrapartida, como desempenho. Essa péssima governança corporativa de Eike Batista fica ainda mais gritante com a leitura do livro “Sonho Grande”, que conta o estilo de Jorge Paulo Lemmann, Marcel Telles e Beto Sicupira, que amarram participação na sociedade a desempenho, fazem o estilo “low profile” (o oposto de Eike) e têm um longo histórico de boa administração e sucesso.

O grande problema era anunciar de forma exagerada notícias positivas, não noticiar notícias negativas (ou então noticiá-las sem qualquer destaque) e não noticiar com destaque que o investimento em ações do grupo X eram investimentos de alto risco. Isso seu margem a um processo conhecido em inglês como “pump and dump”, que é criar uma histeria que eleva o preço das ações para depois vendê-las no topo, o que foi feito pelos executivos das empresas X.

Um excelente artigo da revista Exame 1061 de 19/03/2014, chamado “A história secreta dos milionários de Eike” começa onde o livro termina, mostrando que os executivos das empresas X pegaram as suas ações assim que deram e venderam tudo, todos se tornando multimilionários da noite para o dia. A conclusão do artigo é que com tanta grana no bolso, os executivos perderam a motivação para tocar as empresas do grupo X, visto que Eike achava, incorretamente, que todos eram movidos a vaidade e que queriam ser bilionários como ele. Excelente leitura para emendar em seguida.

A notícia de hoje (02/04/2014) é que a antiga OGX conseguiu a façanha de quebrar o recorde de ser a empresa listada em bolsa com o maior prejuízo desde 1986 (17,4 bilhões de reais).

Quanto aos acionistas minoritários, a pessoa física que investiu nas empresas X, fica uma lição. Não se deve investir em empresas pré-operacionais, que são investimentos de alto risco voltados para diversificação de carteiras de investidores qualificados e, mesmo assim, deve-se alocar apenas uma pequena parcela da carteira nesse tipo de investimento. O problema é que o pessoal saiu investindo tudo o que tinha em ações do grupo X achando que estavam investindo em Petrobras. Posto abaixo um excelente vídeo falando sobre isso.

Com certeza essa livro e essas informações adicionais que publiquei nesta resenha aumentarão sua educação financeira, fazendo você querer pesquisar a fundo antes de investir em uma empresa sem histórico de operações e que só porque uma pessoa se veste bem, é bom de papo e opera um grupo de empresas avaliado em bilhões de dólares, não significa que ele saiba o que está falando e fazendo.

Conclusão Final: Recomendado

Ficha Técnica

Título: Ascensão e Queda do Império X
Autores: Sergio Leo
Editora: Nova Fronteira
Número de Páginas: 264
Ano de Lançamento: 2014
Link para comprar