O custo de se ter carro nos EUA

Finalmente tive tempo de escrever este artigo, que eu havia prometido a vocês há séculos.

Neste final de ano eu troquei de carro, assim dá para fazer uma análise detalhada do custo que tive com o meu primeiro carro aqui nos EUA, um Honda CR-V EX-L (modelo mais completo, com GPS e reconhecimento de voz).

Vamos aos detalhes:

Compra:
07/NOV/2007 – US$ 32.005,55 (preço de tabela: US$ 26.700)

Esse valor inclui todos os impostos e tarifas, sendo o valor que eu efetivamente paguei. Preços de carros nos EUA são divulgados sem os impostos e tarifas, portanto você tem que ter esse cuidado ao comparar preços nos EUA vs. Brasil. O valor do carro sem os impostos e tarifas (valor divulgado pela loja) era de US$ 29.302, para vocês terem uma ideia. Então dá para ver que o valor efetivamente pago é cerca de 10% maior do que o valor divulgado em sites e lojas. Além disso, é raro, como no Brasil, encontrar carros pelo preço de tabela, pois as lojas sempre adicionam opcionais.

Imposto (“IPVA”):

2007/2008: US$ 443 (US$ 374 de IPVA, US$ 33 de registro, US$ 36 pedido de placa personalizada)

2008/2009: US$ 578 (US$ 525 de IPVA, US$ 33 de registro, US$ 20 de placa personalizada)

2009/2010: US$ 400,99 (US$ 318 de IPVA, US$ 33 de registro, US$ 20 de placa personalizada + US$ 29,99 de teste de poluição)

2010/2011: US$ 362,99 (US$ 280 de IPVA, US$ 33 de registro, US$ 20 de placa personalizada + US$ 29,99 de teste de poluição)

Diferentemente do Brasil, o período de cobertura/vencimento do IPVA nos EUA é contado da data que você registra o carro no Detran. Ao vender o carro eu tinha dois meses de IPVA, que apliquei ao IPVA devido do novo carro. O teste de poluição só precisa ser feito em carros com mais de dois anos de idade.

Seguro:

08/NOV/2007: US$ 89,02
07/JAN/2008: US$ 507,65
02/JUN/2008: US$ 512,19
11/DEZ/2008: US$ 609,35
26/JUN/2009: US$ 439,69
23/NOV/2009: US$ 484,12
11/JUN/2010: US$ 494,38
11/DEZ/2010: US$ 421,47
03/JAN/2011: US$ 385,18
11/JUN/2011: US$ 452,50

Nos EUA o seguro em vez de ser anual é semestral. Você também pode ver claramente a queda do valor com o tempo e também o aumento do valor do seguro após eu ter usado o mesmo (ver abaixo as datas de quando eu bati o carro e usei o seguro).

Multas:

02/MAI/2008: US$ 130 (excesso de velocidade)

Manutenção:

06/DEZ/2007 – US$ 411,95 – Reparo após eu ter amassado o para-choque traseiro do carro
28/AGO/2008 – Grátis – Troca de óleo
01/FEV/2010 – US$ 135 – Balanceamento e alinhamento
12/FEV/2010 – US$ 500 – Franquia do seguro para conserto do carro após batida
11/OUT/2010 – US$ 363,45 – Revisão 20.000 milhas
29/DEZ/2010 – US$ 500 – Franquia do seguro para conserto do carro após batida
26/ABR/2011 – US$ 54,82 – Troca de óleo
26/ABR/2011 – US$ 16,00 – Troca dos quatro pneus

A concessionária onde comprei o carro fez várias revisões e trocas de óleo de graça. Além disso, me deram “tires for life”, isto é, a troca de pneus era grátis enquanto eu tivesse o carro, e usei essa regalia uma vez, onde tive que pagar somente a taxa de lixo.

Venda:
28/AGO/2011 – US$ 19.000
Crédito de imposto: US$ 1.467,75

Nos EUA, ao vender um carro, você recebe o imposto sobre o valor de venda do carro de volta (“sales tax”, mais ou menos equivalente ao ICMS, onde eu moro a alíquota é de 7,725%). No caso da troca de carros, ele é aplicado sobre o valor devido no novo carro, diminuindo o valor total do novo carro.

Comentários finais:

Não inclui despesas como lavagem de carro e gasolina, pois dependem do quanto você usa o carro.

Mas para vocês terem uma ideia:

A lavagem mais barata aqui na minha cidade custa US$ 5 e tenho que dar US$ 2 de gorjeta, a mais cara, com lavagem de pneus, sai US$ 18 + US$ 2 de gorjeta, nesse carro eu variava entre a mais barata e a de US$ 8 + US$ 2 de gorjeta, que inclui aspirar o interior.

A gasolina está hoje a US$ 3,68 o galão, o que equivale a US$ 0,97 o litro (o que equivale a mais ou menos R$ 1,84 por litro com dólar a R$ 1,89). Isso porque a gasolina “tá cara” e o Brasil é “auto-suficiente” em petróleo (o que é metira)…

Anexei algumas fotos… 😉

Divirtam-se, ou melhor, chorem…