Quanto custa um sonho de consumo?

Em minha trajetória em direção à minha independência financeira eu já passei por diversas fases. Se você está neste rumo há algum tempo deve ter passado por isso também. Por exemplo, a primeira fase foi a de desespero por descobrir, após ler os livros do Robert Kiyosaki e do Mauro Halfeld, de estar fazendo tudo “errado”. Cheguei a passar mal (de verdade). Depois de colocar a “casa em ordem”, tanto nas finanças quanto no lado psicológico, vem a fase de tentar “converter” todos os seus amigos. Qualquer hora conto mais sobre isso. E tem também a fase de controle excessivo de gastos, do ponto de meus amigos acharem que eu estou “pão duro” demais. Há outras fases também, mas hoje eu quero comentar sobre essa coisa do controle excessivo dos gastos.

É importante ter equilíbrio. É importante controlar gastos sim, mas não a ponto de você estar abrindo mão de absolutamente tudo. É importante ter uma pequena verba em seu orçamento para a realização de pequenos sonhos de consumo, por menores que sejam. Isso lhe dará um excelente grau de satisfação pessoal, pequenas comemorações.

Muitas pessoas acham que sonhos de consumo têm de ser necessariamente itens caros e/ou de luxo, mas isso não é verdade.

Mas uma coisa é certa: se você não parar para pensar, listar e pesquisar o custo, você nunca saberá.

Vou compartilhar com vocês as minhas realizações mais recentes, e você verá que o custo pode ser extremamente baixo.

Anexei as fotos dos itens para vocês se divertirem.

Esta semana eu comprei no eBay um videogame Odyssey com 32 jogos e um módulo sintetizador de voz. Custo: US$ 100 + frete. Para quem não sabe, este video game da Philips (Magnavox nos EUA) foi extremamente popular no Brasil no início da década de 1980. Eu e meu irmão tínhamos um desses, que acabamos vendendo quando ficamos maiores. Mas ultimamente tenho procurado realizar sonhos de consumo de séculos atrás. Neste caso específico, é possível aqui nos EUA comprar o sintetizador de voz, que nunca foi lançado no Brasil (em alguns jogos o console “fala”, por exemplo no Come-Come o video game fica falando “Go!”, “Watch Out!”, “Oh No!”, “Excellent!”). Dos 32 jogos eu vou ficar com apenas uns 10 deles, o resto vou vender no eBay e tentar comprar no eBay os jogos que eu quero ter e que não vieram no pacote como Tartarugas. Essa “garimpagem” não deixa de ser um hobby interessante e que não custa quase nada.

Na mesma linha, comecei a colecionar joguinhos eletrônicos Game & Watch da Nintendo, outra febre quando eu era moleque. Estou primeiro colecionando os jogos com tela dupla. O custo da cada um varia muito conforme o estado de conservação, a presença da caixa e manual e da raridade, mas no geral fica entre US$ 20 e US$ 70. Aqui o interessante para mim não está sendo somente conseguir todos os jogos, mas garimpar no eBay para conseguir comprá-los por no máximo US$ 50 cada.

Estes dois exemplos são baratos e ainda me dão o hobby de garimpagem no eBay e me ajudam a melhorar meu lado negociador (na maioria das vezes participo de negociações — no caso do Odyssey o cara estava vendendo por US$ 150 ofereci US$ 100 e ele aceitou — “negoção”).

Subindo um pouco na escala de preços, temos a minha máquina de fliperama do Arquivo X, que comprei quando me mudei para a casa onde moro hoje. Custou US$ 2.000 + frete. No Brasil eu tinha também uma máquina da Taito (Cosmic), que comprei em um ferro-velho e restaurei, mas tive que me desfazer para me mudar para os EUA.

E subindo mais um pouco, eu tenho o meu “projeto obra de igreja” (tradução da piada para quem nunca ouviu esta expressão: obra que demora séculos para ser concluída), que é a construção do meu aquário de água salgada. Eu sempre fui ligado em aquários e quando me mudei para a casa onde moro hoje finalmente tive o espaço para tentar montar o aquário mais “perfeito” possível, com a maior quantidade de equipamentos que desse. Gastei até o momento um pouco mais de US$ 12.000 nessa brincadeira, o projeto está na “reta final” e até agora me tomou mais de 6 meses de “obras”. No link abaixo você pode ver em detalhes o passo a passo da construção do sistema, com zilhões de fotos, é uma obra “faraônica” para os meus padrões… 😉

http://www.reefcentral.com/forums/showthread.php?t=1705792

É claro que eu também tenho sonhos de consumo maiores, tais como uma casa ainda maior (com direito a colunas gregas) e carro de luxo (Ferrari ou Lamborghini), mas a idéia dessa minha mensagem era mostrar que não necessariamente nossos sonhos de consumo precisam ser uma Ferrari ou uma casa cinematográfica na beira da praia.

E você? O que acha disso tudo? Você também tem seus pequenos sonhos de consumo? Você coloca pequenos sonhos de consumo como presente para celebrar metas alcançadas? Compartilhe!

Abraços,
Gabriel Torres