Quem Mexeu no Meu Dinheiro? – Robert Kiyosaki e Sharon Lechter

Quem Mexeu no Meu Dinheiro? - Robert Kiyosaki e Sharon LechterFinalmente um livro do Kiyosaki que não fica citando ad nauseum os demais livros da série! Neste, nosso guru volta com força total, no mesmo ritmo dos primeiros livros da série. O livro alerta sobre a história de basear nossa independência financeira somente em fundos de investimento, e daí o título do livro. “Quem mexeu no meu dinheiro” (que faz mais sentido no título original, “Who took my money”, “Quem pegou o meu dinheiro”) refere-se à pergunta que muitos americanos vão fazer ao se aposentarem e perceberem que a grana que eles vieram guardando em fundos de investimento não será o suficiente.

Kiyosaki não poupa críticas aos chamados “especialistas em finanças” nem às “recomendações” feitas por funcionários de instituições financeiras — que não passam de funcionários querendo cumprir cotas.

O tema principal do livro é esclarecer a diferença entre “ganho de capital” e “geração de fluxo de caixa”, assunto abordado no jogo Cashflow 202. Segundo Kiyosaki, a maioria das pessoas investe para ter ganho de capital e não para gerar fluxo de caixa, e por isso estão abertas ao risco de um dia acordarem e se perguntarem “Quem mexeu no meu dinheiro?”

É um excelente livro, bem diferente dos últimos da série. Sinceramente, este deveria ter sido lançado no lugar do Profecias do Pai Rico que, cá entre nós, é o mais maçante de todos. Pode comprar sem medo. Depois de “pérolas” completamente dispensáveis como o “Histórias de Sucesso do Pai Rico”, este livro veio em boa hora.

Nossa única crítica vai novamente para a tradução. Embora ela tenha melhorado, ainda há alguns tropeções. O quadro apresentado na página 23 e depois repetido algumas vezes no livro traduziu várias coisas ao pé da letra, o que fez o quadro não ter sentido. Por exemplo, oferta pública inicial de ações foi traduzido como OPI, como se alguém conhecesse esta sigla (IPO seria o mais apropriado). Ainda aparece um misterioso “DDT US$ 1: US$ 9” que em lugar nenhum é explicado o que significa. Seria algum remédio mais barato para matar baratas? Outra coisa ridícula foi a falta de hegemonia da tradução deste livro em relação aos demais da série. O “Quadrante do Fluxo de Caixa”, apresentado incialmente no segundo livro da série (Independência Financeira) virou “Quadrante Cashflow”. Além disso, como sempre, não houve qualquer adaptação ou alerta para explicar que o mercado imobiliário norte-americano é completamente diferente do brasileiro e que quem tentar seguir os conselhos deste livro ou de qualquer outro da série ao pé da letra irá se ferrar, por conta das altas taxas de juros no Brasil.

Conclusão Final: Recomendado

Recomendado

Título: Quem Mexeu no Meu Dinheiro?
Título Original: Who Took My Money?
Autor: Robert Kiyosaki e Sharon Lechter
Número de Páginas: 240 (português), 243 (inglês)
Link para comprar (em português)
Link para comprar (em inglês)