Independência Financeira – Robert Kiyosaki e Sharon Lechter

Independência FinanceiraEsse livro é a continuação de Pai Rico, Pai Pobre e, desde que conhecemos Robert Kiyosaki, ele tornou-se o nosso ídolo número 1. Neste livro (título original: Cashflow Quadrant) Robert Kiyosaki se aprofunda mais no assunto iniciado em Pai Rico, Pai Pobre: “Meu pai pobre dizia para estudar, tirar boas notas e arrumar um bom emprego. Ele estava errado.”.

Dessa vez ele se aprofunda na questão do fluxo de dinheiro: de onde o dinheiro está vindo em nossa vida e para onde está indo. A meta é criar uma fonte de renda que pague todas as nossas despesas mensais para que a gente consiga ser financeiramente independente. Tornar-se abastado, isto é, fazer com que o fluxo de renda pague nossas contas e aumente a nossa riqueza sem a gente precisar fazer absolutamente nada é o passo seguinte à independência financeira.

Mas o sucesso para isso depende de qual quadrante você está: empregado, autônomo ou dono de um pequeno negócio, dono de um negócio ou investidor. O grande desafio é tomar consciência em qual quadrante você está hoje e em qual quadrante você gostaria de estar. O problema é que cada quadrante tem as suas próprias particularidades e isso não significa dizer que um é melhor do que o outro.

O mais importante de tudo, segundo Kiyosaki, não é ter dinheiro, mas sim pensar como um rico. Um pobre e um rico quando estão sem dinheiro pensam de maneiras diferentes. O pobre pensa que é pobre. O rico pensa que que é rico, mas está somente desprovido de numerário. Pegou a sutileza? Um “é” e o outro “está”. É por isso que apenas 5% da população é rica. Basicamente por contra da mentalidade. E é sobre isso que esse livro trata: está na hora de reaprendermos todos os nossos conceitos sobre dinheiro.

Se você leu e gostou de Pai Rico, Pai Pobre, então este livro é indispensável. Você tem que ler este livro. Se você ainda não leu, recomendamos que você leia Pai Rico, Pai Pobre primeiro, porque a tradução do Independência Financeira não está tão boa e a tradutora não colocou tantas notas de rodapé, tornando a leitura de difícil compreensão para quem não leu o primeiro livro de Kiyosaki.

Para facilitar, listamos a seguir os principais pontos fracos da tradução: (1) Banker: Na maioria das vezes a tradutora traduziu por “Banqueiro”. A tradução correta, dependendo do contexto, é “Gerente de Banco”. (2) América: Americanos chamam Estados Unidos de América. A tradutora deveria ter trocado por Estados Unidos, já que “América” em nossa língua engloba todos os países de todas as Américas. (3) IRS: Imposto de Renda americano, equivalente direto do IR. (4) Seguridade Social: INSS americano. (5) Fundos 401(k): Equivalente direto dos fundos de previdência privada PGBL, oferecidos por bancos e empresas de previdência privada aqui no Brasil. Existem também os FAPIs, oferecidos por bancos. A diferença entre o PGBL e o FAPI é que o FAPI você pode sacar a grana antes da sua aposentadoria, pagando Imposto de Renda. Mas a idéia é a mesma: fundos mistos onde há aplicações mensais, e você pode simplesmente transferir o saldo de seu fundo de um banco para outro caso não esteja satisfeito com o atual administrador. (6) Nos Estados Unidos é possível abater do Imposto de Renda os juros da hipoteca (no Pai Rico, Pai Pobre a tradutora havia explicado isso em nota de rodapé, mas faltou essa explicação em Independência Financeira). (7) E, pelo amor de Deus: Monopoly no Brasil chama-se Banco Imobiliário e não Monopólio (todo mundo sabe disso, menos a tradutora).

Conclusão Final: Recomendado

Ficha Técnica

Título: Independência Financeira
Título Original: Cashflow Quadrant
Autor: Robert Kiyosaki e Sharon Lechter
Número de Páginas: 289 (português), 251 (inglês)
Link para comprar (em português)
Link para comprar (em inglês)